ter uma doula

Seria boa ideia ter uma Doula?

Apesar de já ter feito a minha pesquisa e escrito o meu plano de parto, era tudo ainda muito virtual. Sentia que o passo seguinte era sair de trás do computador e falar com alguém que já tivesse experiência e passado pelo mesmo. Fui tomar café com uma doula, que me esclareceu das suas funções: “dar apoio emocional, esclarecer dúvidas, procurar informação; ajudar a planear e a desmistificar o trabalho de parto e o pós-parto, transmitindo sempre uma visão positiva desta etapa na vida da mulher” (Doulas de Portugal).

A conversa foi-me muito útil, de verdade. Apesar de reconhecer a importância de uma doula, curiosamente decidi por não ter uma. Pessoalmente, busco sempre as respostas por mim mesma, até à exaustão, e por isso sentia que não havia necessidade de ter uma doula, não havia espaço para ela cumprir as suas funções, pois eu já era (e sou) uma mulher empoderada e tinha ao meu lado um companheiro que desejava estar presente.

A conversa foi-me muito útil por outra razão, acertei ao contactar aquela doula específica. Aquela mulher tinha já tido 3 partos. O primeiro havia sido uma cesariana, o segundo um parto normal em hospital e o último um parto normal em casa. Prontamente me contou a sua experiência em cada um deles como mulher, como mãe. Era a última história que me interessava, a do parto em casa.

Quando tudo já tinha sido dito, agradeci a disponibilidade e levei comigo aquele conceito de “parto domiciliar”, era mais um assunto a pesquisar. (ler continuação aqui)

Anúncios

comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s